Depois de se mudar para Londres em 2005, impressionado pelo número de câmeras de segurança na cidade e ainda explorando seus espaços de arte, André Penteado criou o projeto Arte e Vigilância.

Seu objetivo inicial era realizar dez passeios a pé de sua casa na região de King's Cross para diferentes espaços de arte da capital britânica, fotografando todas as câmeras de segurança que visse no caminho.

O projeto durou apenas dois passeios, durante os quais 184 câmeras foram fotografadas. As razões para a interrupção são explicadas no livro de artista com o mesmo título, publicado em 2012.